Escócia

A Escócia é um daqueles países que surpreendem. Sempre tive vontade de visitá-lo por ver aquelas imagens maravilhosas em fotos e filmes e, logicamente, por querer ver de perto os famosos ícones escoceses como a gaita de fole, a fabricação de whisky, homens de saia xadrez (kilt), mal sabia eu que o melhor estava por vir.

Esse ano visitei pela segunda vez esse lindo país do Reino Unido e, posso dizer, que vale muito a pena. É um lugar sensacional, cheio de histórias e lendas.

A capital, Edimburgo, é sem dúvida encantadora. Logo de cara você tem seu primeiro grande impacto ao ver o Castelo de Edimburgo imperando sobre a cidade. Impossível não ver esse castelo construído no alto de um rochedo que se destaca naquele cenário inigualável.

A parte antiga da cidade é formada por uma arquitetura monocromática contornada por ruas estreitas. É como se tivéssemos voltado à época medieval. E em um piscar de olhos saímos da velha Edimburgo e nos deparamos com a nova Edimburgo é como se fosse uma viagem no tempo. Se for na primavera ou verão terá o privilégio de ver o país colorido por flores o que faz com que ele fique ainda mais encantador

 

A Escócia não se resume a sua capital, sem dúvida vale a pena conhecer outros lugares desse país. Conheci uma cidade bem interessante chamada Stirling, foi um local que escolhemos para ficar dois dias antes de voltar para casa. Lá pude conhecer mais sobre a história de Willian Wallace considerado um herói da história da Escócia. Ele liderou a rebelião escocesa contra o rei Eduardo I e  derrotou, de forma heroica, o exército inglês na Batalha de Stirling Bridge. A história desse herói foi retratada no filme Coração Valente, filme que eu particularmente gosto muito.

Subindo mais ao norte do país, é maravilhoso de explorar as terras altas (Highlands) que tem lindas paisagens, lagos e, se tiver sorte, vai poder de ver o highland cattle, uma raça de boi bem diferente.

Nas Highlands fiquei em Fort William e da segunda vez em Carrbridge uma vila ao leste de Inverness. Fort William é um local de caminhadas e escaladas por estar muito próxima ao Ben Nevis, que é a montanha mais alta das ilhas britânicas. Carrbridge é um vilarejo situado no Cairngorms National Park, tem uma séries de atividades trilhas que você pode fazer por lá para curtir e explorar as lindas paisagens. O destaque dessa vila é a antiga ponte que é o cartão postal da região. Estando em Carrbrige, conheci uma destilaria chamada Glenfiddich para conhecer de perto o processo de fabricação da bebida mais famosa da escócia, o whisky. É interessantíssimo, vale a experiência!

Cerca de 1 hora de Carrbrige, conheci Inverness que é considerada a capital das Highlands, é uma cidade bonita que também vale a pena explorar. Por fim, fomos até o Lago Ness para ver se encontrávamos o famoso Monstro do Lago Ness, mas acho que não foi dessa vez. Mas é bem bacana ver como a lenda do monstro é explorada na região, com tours diversos e uma infinidade de souvenirs. O lago é estreito e longo, com 37 km de extensão, e a primeira aparição do monstro foi retratada em 565 D.C., ou seja, essa história e antiga por lá.

Enfim, a Escócia é um ótimo destino para incluir no roteiro pelo Reino Unido e sair um pouco dos roteiros mais tradicionais. E para ver mais fotos desse lindo país, clique nos links destacados dentro do texto.