Dinamarca

A Dinamarca está em alta. Muitas reportagens e artigos têm sido veiculados sobre o país que se tornou referência de felicidade e honestidade. O estilo de vida dinamarquês, o tal jeito hygge de viver está na moda. 

Recentemente tive vontade de conhecer a Dinamarca, não só porque tem se falado muito de lá, mas também porque fiquei curiosa após ler o livro O segredo da Dinamarca, indicado pela amiga autora do blog Na Hora do Café, que por sinal tem ótimas avaliações e indicações de livros, filmes e mais um pouco.

Enfim, fizemos um roteiro bem legal para explorarmos aquela terra gelada.  Obviamente não se percebe a tal felicidade estampada nos rostos das pessoas, afinal eu estava lá como turista. Mas posso dizer que a segurança, organização e beleza alegra muito quem vai visitar. A capital é linda, cheia de opções turísticas e castelos fantásticos. Lembra muito Amsterdam pela quantidade de bicicletas que se vê e também pela arquitetura.  

Para dar início às nossas andanças na terra dos vikings, compramos um cartão muito prático, chamado Copenhagen Card que é aceito em praticamente todos os meios de transporte e atrações turísticas como museus, igrejas e castelos. Sendo assim não tínhamos a preocupação de comprar bilhetes de trem ou metro a cada viagem e nem a obrigação de ter dinheiro trocado para pagar outras entradas.

Nossa hospedagem foi um apartamento do Airbnb, muito bem localizado e com uma agradável decoração escandinava para não esquecermos onde estávamos. Gostamos muito desse tipo de hospedagem e utilizamos do serviço em muitos lugares pelo mundo afora.

Nosso roteiro começou pelo centro da cidade, visitamos alguns palácios e igrejas, mas tivemos a infelicidade de descobrir que o Tivoli, o parque de diversões mais antigo da Europa, estava fechado por três semanas, então só o conhecemos por fora. Por conta disso, decimos visitar algo que tinhamos pesquisado, mas que não estava no nosso roteiro, era algo extra, mas que valeu a pena. Sendo assim, fomos para o sul da cidade e conhecemos um aquário fantástico: o Planeta DenBlå que é um dos maiores do mundo.

Fizemos também um passeio de barco pelos canais que nos deu uma outra visão da cidade. O dia estava lindo e o passeio foi ótimo. Após terminarmos o tour pelos canais, subimos a The Round Tower, depois fizemos uma visitinha à fábrica da cerveja Calsberg, circulamos pela a rua Strøget, que além de ser maior pedonal do mundo, é um grande centro comecial da cidade. Enfim, rodamos bem pela capital.

Outro lugar bem interessante que conhecemos foi Christiania é uma comunidade independente.  A cidade é uma antiga base militar, localizada nas proximidades de Christianshavn, um subúrbio da capital dinamarquesa e, em 1971 foi ocupada por hippies, anarquistas, artistas e músicos, como uma forma de protesto ao governo da Dinamarca. O local é bem alternativo com regras próprias e, só visitando a cidade para entender exatamente do que eu estou falando.

Saindo da capital conhecemos duas cidades chamadas: Helsingør e Hillerød. A cidades são lindas e minha preferida foi Hillerod que tem um castelo sensacional chamado Castelo de Frederiksborg. Foi nessa cidade que experimentamos o pølse, uma espécie de cachorro quente, muito bom!

O país é realmente bonito é e considerado a terra dos contos de fadas, porque Hans Christian Andersen, autor de famosas histórias infantis, nasceu lá. Ele escreveu histórias como “A pequena sereia”, “O patinho feio”, "O soldadinho de chumbo”, dentre outros. Inclusive em Conpenhagem há uma estátua de bronze da pequena sereia que é o símbolo da cidade. Sinceramente, ir ver essa estátua é bem sem graça, ela fica afastada de tudo e lotado de gente querendo tirar uma foto com ela.

E para fechar nossa viagem com chave de ouro, fomos a um restaurante brasileiro chamado O tempo e comemos uma deliciosa feijoada de uma simpática baiana. A viagem foi ótima e o retorno também, afinal estávamos em um país mais frio que o nosso. Já risquei da minha lista o primeiro país da Escadinávia visitado, agora é programar para conhecer os outros....Finlândia, Islândia, Noruega e Suécia.... quem sabe?!

Clique aqui para ver mais fotos de Copenhagen e também de Helsingør e Hillerød.