Da janela do trem - Ilha de Man

O trem é um meio de transporte que fez parte da minha vida, principalmente na infância. Meu pai trabalhou como maquinista da Vale do Rio Doce e, para nossa família, sempre foi um orgulho. Quando criança e viajávamos todos juntos era emocionante quando anunciavam no alto falante do trem o nome dele, indicando que precisavam da sua ajuda, talvez ele nem se lembre disso, mas eu achava simplesmente o máximo.

Steam RailwayMuitas vezes viajávamos de trem só com minha mãe, ela sempre muito corajosa e animada para tudo,  levava sempre as três crianças para Minas e todos os outros lugares, sem nunca reclamar do trabalho que dávamos. Quase sempre, ao final dessas viagens para Minas, quando chegávamos na Estação Pedro Nolasco, em Vitória, meu pai nos pegava pela janela. Era tão legal desembarcar pela janela! São aqueles pequenos gestos que os pais fazem que nos marcam por serem demonstrações simples de afeto, mas que valem mais do que qualquer presente material.

Nossas viagens para nossa terra natal Resplendor, em Minas gerais, eram bens divertidas, passar as férias inteiras na casa dos avós era nosso melhor programa de férias. Mas antes de chegar a Resplendor,  havia muitas coisas interessantes e engraçadas pelo caminho.

Na viagem Vitória a Minas de trem, quando passávamos em Flexal (Cariacica) o alto falante anunciava que era necessário fecharmos as janelas de ferro porque as crianças jogavam pedras no trem. E realmente fechávamos como se fosse a situação mais normal do mundo. Afinal de contas já havíamos passado ali inúmeras vezes e isso não nos assustava.

Havia uma cidade pelo caminho em que as pessoas vendiam um biscoito de povilho caseiro gigante. Comprávamos esse biscoito que nos era oferecido em um tabuleiro pela janela, era delicioso. Em outra cidade podíamos comprar chup chup, tudo pela janela. Aquelas janelas tinham história. Já sabíamos o que esperar de cada parada.

Naquela época chegávamos no nosso destino final completamente cheios de minério pelo corpo, era tão engraçado porque quanto mais colocávamos a cabeça para fora da janela pior era o resultado, algumas vezes parecia que tínhamos saído de uma explosão. Aquilo devia fazer muito mal, mas era bem divertido chegar brilhando!

A viagem era animada, andar pelos corredores do trem balançando, ouvir o barulho da mudança de trilho, apreciar as brincadeiras que envolviam achar animais pelas paisagens e folhear nossas revistinhas de histórias em quadrinhos. Tudo muito simples e tudo muito bom.

Por conta disso, tenho um carinho especial por trens. Aqui na Ilha de Man, eles são bem populares e compõem a paisagem da Ilha. Três deles são interligados, caso você queira fazer um dia de passeios de trens.

Snaefell Mountain RailwayO trem a vapor, o Steam Railway, foi Inaugurado em 1874 e ainda funciona com a locomotiva e carruagens originais. É realmente uma viagem no tempo. Cada cabine é separada e cabe cerca de 8 pessoas. A viagem com a maria-fumaça é realmente linda, e vai de Douglas, a capital até a cidade do sul chamada Port Erin e tem duração de uma hora. Você pode fazer o trajeto sem interrupção ou descer nas estações pelo caminho e explorar as outras cidades.

Uma curiosidade para as crianças, ela também vão gostar da viagem principalmente se forem fãs do trenzinho Thomas e seus amigos. O filme Thomas e a Ferrovia Mágica foram feitos aqui na Ilha de Man.

Um outro trem que circula no país é o trem elétrico, chamado de Manx Electric Railway. Ele foi construído entre 1893 e 1899 e liga Douglas a Laxey no leste e Ramsey no norte. É possível fazer uma encantadora viagem ao longo da costa leste da Ilha. São 28 km que duram cerca de 75 minutos dos mais belos trechos da ilha. De um lado, você pode apreciar a bela paisagem manx, os glens e aldeias pitorescas e, do outro lado, você terá vistas lindíssimas do mar.Bay Horse Tramway

No meio do caminho, em Laxey, você pode fazer outro passeio de trem para embarcar no Snaefell Mountain Railway. É um outro trem, mas esse trem vai te levar para o ponto mais alto da ilha. O nome da montanha é Snaefell e fica 2.034 pés acima do nível do mar. Em um dia claro, você pode ver lá do topo reinos como: Inglaterra, Irlanda, Escócia e País de Gales. Aproveite a bela vista, mas vá preparado para o vento!

Voltando para Douglas, outro trem imperdível, é um trem puxado à cavalo. Ele foi fundado em 1876  e é chamado de Bay Horse Tramway e comemorou seu 140º aniversário em 7 de agosto de 2016. Esse trem anda na famosa promenade de Douglas, ou seja, seu trajeto é pela orla e tem a função de ligar o trem elétrico ao trem à vapor. Mas você pode pegá-lo apenas para fazer o trajeto pela orla.

Os cavalos que puxam os bondes têm uma vida útil média de 15 anos. Após a aposentadoria, eles passam o resto de suas vidas no Home of Rest for Old Horses em Douglas, uma espécie de casa de repouso onde são muito bem tratados.Groudle Glen Railway

E, por último, mas não menos importante, existe um pequeno trem o Groudle Glen Railway. Ele circula por um vale bucólico ao norte de Douglas, na Ilha de Man. É também um trem a vapor da época vitoriana e passa por uma pequena floresta e pela costa até chegar em uma casa de chá com uma linda vista para o mar. É um passeio curto, mas muito agradável. Nesse passeio você pode aproveitar para usufruir de um vale chamado Groudle Glen que será apresentado em breve.

Se quiser viajar pelos trens da ilha é bom observar o período de funcionamento, a maioria deles, se não todos, funcionam somente de abril a novembro. Escolha a melhor época, um dia de sol e tenha uma boa viagem!!!

Comentários

Que coisa incrível....q texto lindo claro e tao nostálgico....amei...

MundoPequeno: Que bom que gostou, você também fazia parte dessas aventuras de trem. bjos